como montar uma empresa de bordado

Apresentação de Negócio

 

 

A origem do bordado se dá com o ponto cruz, cujos registros vêm desde a pré-história, onde as agulhas eram feitas de ossos e as linhas eram as tripas de animais ou fibras vegetais, o ponto cruz era utilizado para costurar as vestes feitas de pele de animais.

Há relatos que o bordado seja tão antigo quanto a humanidade e tendo sido aplicados há 30 mil a.C.

Como a maioria das artes têxteis e dos trabalhos realizados com as agulhas surgiu no Oriente Médio. Atualmente a arte dos bordados manuais continua em alta sendo bastante utilizada.

O Bordado é uma forma de criar e gravar, desenhos, figuras, marcas, impressões e ornamentos em produtos feitos de tecidos, utilizando para este fim, máquinas especificas para sua confecção, elaboração e personalização.

No início do século XX, surgiu o bordado a máquina. Feito em máquina de costura doméstica reta a pedal, que ainda é utilizado. Mas, este tipo de bordado requer bastante trabalho por parte do bordador, que tem de movimentar braços e pernas para bordar e tem pouco rendimento comparado a outras formas.

Na década de 50 surgiu o bordado em máquina de costura zig-zag industrial, garantindo uma produtividade maior. Exigindo do bordador, entretanto, mais habilidade e agilidade, pois o movimento do bastidor tem que ser feito de forma manual.

Acompanhando a evolução tecnológica no mundo, na década de 80 surgiram as bordadeiras eletrônicas profissionais e industriais. Acompanhadas de softwares de criação. Assim aliaram o antigo prazer de bordar a facilidade, a praticidade, a produtividade e a elevação da renda. Desde seu surgimento, as bordadeiras eletrônicas e os softwares de criação de bordados têm sido aprimorados constantemente. A cada ano surgem novos modelos com mais recursos para facilitar o trabalho dos bordadores.

A partir das bordadeiras eletrônicas cresceu muito o número de homens envolvidos no trabalho de bordados, tanto na parte de software quanto na operação das máquinas.

Uma empresa de bordados a máquina deverá ser concebida com visão profissional, desde o seu projeto embrionário, o que irá requerer uma avaliação objetiva sobre a forma de atuação, bem como as expectativas comerciais que esse tipo de empreendimento requer.

Este documento não substitui um plano de negócio. Para elaborá-lo procure o Sebrae.